Nº.61 UNIVERSO Dez 2016 | Jan 2017

Charles Rubin
24/6/15

Os brasileiros com 60 anos ou mais, ou seja, idosos, somavam 26.279.000 em 2013, o equivalente a 13% da população, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É uma população que está aumentando rápido: em 2001 somava 15,5 milhões. O crescimento dessa população e da parcela que representa em relação ao total deve-se, respectivamente, ao aumento da expectativa de vida e à queda nas taxas de fecundidade, um cenário que não ocorre só no Brasil, mas em quase todo o mundo. Este infográfico mostra um pouco do perfil dessa camada da população no Brasil, que conta por exemplo, com mais mulheres do que homens. O envelhecimento da população exige ajustamentos na sociedade e adequação de políticas públicas. De acordo com Andrea Lopes, professora de Gerontologia da Universidade de São Paulo (USP), é preciso um aprimoramento e integração dos serviços de atenção diversos, especialmente em saúde e assistência social, além de criação de novas políticas públicas para esse segmento. “Precisamos pensar em novas formas de moradia e engajamento social para pessoas idosas, que possuem perfil e demandas heterogêneas, oferecer aprimoramento profissional para as pessoas mais velhas que querem ou precisam se manter trabalhando”, enumera. 

info