Nº.61 UNIVERSO Dez 2016 | Jan 2017

Charles Rubin
14/5/14

Capital do país a partir de 1960, tornada Patrimônio Cultural da Humanidade em 1987 e Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 1990, Brasília é uma das cidades do mundo que melhor expressa os dilemas do planejamento urbano. Baseada nos pressupostos do chamado “urbanismo moderno” – segundo os quais as funções da cidade são habitar, trabalhar, recrear e circular. Para isso, o espaço urbano deve ser planejado de maneira racional e a partir do zero – tal concepção urbanística desejou desenhar, no Plano-Piloto de Brasília, não apenas uma nova capital para o país, mas também um projeto de sociedade, uma utopia, um futuro. Mas como seria possível pré-definir um futuro, se as cidades estão em constante transformação e desenvolvimento? Essa é a pergunta que a Brasília, nascida do projeto urbanístico do Plano-Piloto, coloca para a Brasília que hoje lida com os problemas de uma região metropolitana que excedeu os sonhos e os desenhos dos urbanistas.